Loading

Sou Especial... E quem não é?

Somos parte de uma sociedade que inclui, com a mesma velocidade que exclui pessoas, seja por diferenças, por conceitos ou pré-conceitos.

É um prazer fazer parte desta equipe, e estar em contato com pais e mães decididos a cuidar de tudo que envolve seus filhos. Nós estaremos aqui com informações e orientações sobre pessoas especiais.

Vamos observar atentamente nossas crianças para perceber qualquer sinal de que algo não está bem, de acordo com o esperado para aquela etapa do desenvolvimento. Sempre, o diagnostico precoce de qualquer dificuldade é o nosso maior aliado. O cuidado preventivo é fundamental. Portanto, educadores bem orientados, pais bem assessorados são as maiores conquistas para crianças bem atendidas e acompanhadas.

É o olhar atento que faz a diferença, mas vale lembrar que os pais não são especialistas e, portanto, não possuem o conhecimento técnico de um profissional capaz de perceber e identificar os primeiros sinais. Mas, afinal, de que sinais estamos falando? Em nossa coluna vamos descrever o que pode ter significado em cada momento do desenvolvimento, como podemos nos preparar para identificar as dificuldades e auxiliar as crianças. Vamos descobrir que precisamos dar tanta atenção para o bebê quietinho quanto para o mais agitado, que precisamos perceber quando a criança está demorando a andar, falar, e até a socializar. Sempre atentos, mas cientes de que existem as diferenças individuais que devem ser respeitadas.

E vamos falar sobre crianças agitadas, desatentas, quietas demais, ansiosas, enfim, sobre tudo que possa ser útil para os pais e para aqueles que se interessam por crianças e por este mundo especial.

As dúvidas? É claro, sempre estaremos aqui para responder. Até breve,

Um abraço,

Maria Helena

Voltar

Rua Saldanha Marinho, 1836 e 1884 / Curitiba - PR